sexta-feira, 17 de julho de 2015

Que nela esteja a minha solução...


Sabe quando você precisa tomar uma série de atitudes e a única coisa que você consegue tomar,  na verdade, é  cerveja? Pois é.  Tô assim.
Cerveja tem o poder de me levar para aquele delicioso território do torpor. Aquela terra confortável onde os sorrisos são fáceis e a conversa é leve.
Mas se a solução para os problemas do mundo fosse a cerveja,  o planeta seria habitado por uma legião de alcoólatras e Luis Carlos, do Raça Negra, teria descoberto a fórmula da felicidade: "aí eu me afogo num copo de cerveja, que nela esteja a minha solução...". Maybe not.
A real é que se você tem que tomar uma decisão que vai levar a uma atitude, a melhor coisa a fazer é pensar com clareza sobre o que vai fazer. E decidir. E agir. Ponto. Cerveja é bom, mas não dá respostas.  Ao contrário: é uma péssima conselheira. Afinal, aquele agradável torpor ao qual me referi no início do post, pode se tornar o seu pior inimigo.
Mas enquanto não chega a hora das decisões, sigo tomando minha cerveja. Saúde!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?