quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Voltando a circular

veneno? não, obrigada.
Uma coisa mó legal quando você passa por um processo de emagrecimento como eu passei e está há muito, muito tempo sem ver um determinado grupo de pessoas é a cara de espanto que elas fazem ao te ver. Ontem foi a festa de confraternização do governador Eduardo Campos com a imprensa, evento esperado por toda a categoria nesta época do ano. 
As festas do Palácio são sensacionais. Comida e bebida à vontade, boa música e, claro, coleguinhas - muitos coleguinhas. Alguns que eu adoro, outros que não gosto, outros novatos que não sei quem são, outros que eu nem lembrava que gostava tanto. O fato é que eu não ia pra uma festa de jornalistas há uns cinco anos. Gravidez, obesidade, filho pequeno, blá blá blá. E ontem eu não ia também. Estava seguindo para casa quando ao passar em frente às Princesas me deparei com um carro saindo, exatamente na porta do Palácio. Interpretei isso como um sinal divino e encostei o carro na vaga recém-liberada. 
Não me arrependi. Como falei no começo do post é mó legal ver a cara das pessoas ao me encontrar. Um deles foi particularmente engraçado, pois conversou comigo longamente e eu percebi que ele não fazia a menor ideia de quem eu era. Quando falei pra ele a reação foi espetacular. A-do-rei!!! 
As mulheres também olham. Com outros olhos, claro. O olhar feminino é mais de avaliação mesmo. Avaliação pra encontrar alguma coisa errada e, logicamente, dar um jeito de comentar. Mas é normal, não me incomoda. Inveja é ruim pra quem sente. Pra mim... não. Tipo: "nossa, Kiki.... tás sem barriga... fizesse plástica?". "Sim, fiz", respondi. "Mostra?", pediu ela. Levantei um pouco a blusa e mostrei a barriga e, claro, a cicatriz (por conta do corte âncora da cirurgia). O próximo comentário foi sobre ela, a cicatriz. "Ah... mas o corte é enorme, né?", destilou. "É grande mesmo. Mas não é maior que o teu bucho. Tchau, querida! Boa festa!", desferi. 
Foi bom. Bom circular novamente, bom sacudir minha network, bom rever algumas pessoas. E, principalmente, bom pra minha autoestima. Afinal, olhar de admiração dos meninos e olhar de invejinha das meninas quer dizer que eu estou realmente muito bem. E isso é só o começo... Que venham as próximas plásticas e, claro, as próximas festas. =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?