domingo, 17 de julho de 2011

As Relíquias da Morte, parte 2

o tempo passa, o tempo voa...
Poucas coisas me tirariam de casa em uma noite chuvosa como a de ontem. Realmente o sábado foi de água no Recife e muitas ruas estavam alagadas. Mas eu saí de casa. Saí de casa para encontrar algumas pessoas. Pessoas que estão na minha vida há uns oito anos, mas que eu nunca vi pessoalmente. Na verdade são pessoas que sequer existem. Não, não estou falando dos amigos de internet. Estou falando de Harry Potter, Ronald Wesley, Hermione Granger e companhia limitada. Sim, leitores! Eu saí de casa num sábado à noite, debaixo da maior chuva, para assistir o final da saga do fictício bruxinho inglês. Detalhe: o filme já começou no domingo, visto que peguei a sessão de meia noite. A sala estava vazia. Apenas eu, meu sobrinho Marcellinho e outros 11 pottermaníacos que também saíram de casa por pura secura de ver logo a segunda parte do Relíquias da Morte. Ah, claro. Não estou contando com as baratas que moram na sala 3 do tacaruna. Alô, cinemas do tacaruna!!! Vamos brincar de dedetizar as salas??? Tudo bem que a galera é muito mal educada, pois come e joga resto de comida no chão. Mas se a direção do cinema permite a entrada na sala com alimentos tem que ter uma estrutura pra limpar, não é mesmo? Afinal eu não sou obrigada a dividir a poltrona – que é já desconfortável – com barata. Mas tudo bem. Pra ver Harry Potter eu até encaro umas baratinhas. Eu estava muito ansiosa pelo filme. Sou pottermaníaca, ora bolas! Li todos os livros, cada um deles mais de uma vez. O último, o Relíquias, li quatro vezes (e estou lendo a quinta neste momento). Vi e tenho todos os filmes. Claro que os livros são superiores em detalhes e personagens. Mas ver materializado na tela tudo aquilo que a mente imagina ao percorrer as páginas dos livros... é sensacional. Sensacional, também, é acompanhar o crescimento dos atores. Na Pedra Filosofal eles eram crianças. Hoje são homens e mulheres feitos. Mó legal isso. Você se sente íntimo depois de oito filmes. Como se pudesse chegar em casa, pegar o telefone e ligar pra um deles. É. Mas agora acabou. Nada mais de longas esperas pela próxima película, pelo próximo romance. Mas acabou bem, na minha opinião. Livro e filme. Gostei do final. Dos dois. E o filme de ontem... nossa! Que filme!! Sequências alucinantes e de tirar o fôlego. A cena que eu mais esperava ver, que é (sem spoiler) a revelação de Snape, me levou às lágrimas. Chorei mesmo, como criança. Chorei lendo o livro, chorei vendo o filme. Claro que senti falta da riqueza de detalhes da narrativa de JK Rowling, mas acho que o filme atendeu sim. Mas... vou dar uma opinião melhor quando assistir mais uma vez. Ou duas. Ou três. Alguém duvida que eu vou novamente? E novamente?? E novamente??? =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?