quarta-feira, 25 de maio de 2011

O massacre da serra elétrica

se fosse só uma serra era bom...
Você chega de viagem, está morta de cansada. Toma um banho fumegante, relaxa, e cai na cama para uma noite de sono reconfortante, certo? É, isso realmente seria o certo. Mas eis que a sua companheira de viagem, escolhida às cegas, guarda um segredo: ela carrega dentro de si serras elétricas. No mínimo umas três. E todas elas ligam, ao mesmo tempo, quando ela dorme. O resultado? É óbvio que eu não dormi. No dia seguinte ao massacre da (s) serra (s) elétrica (s) eu fiquei detonada. Meus olhos, por obrigação, estavam abertos, mas meu cérebro estava completamente desligado. É curioso eu ter me sentido assim, visto que no carnaval eu passei seguramente uns três dias acordada e o pique era exatamente o mesmo. Mas por que será que essa noitezinha à base roncos ensurdecedores me destroçou? Acho que foi porque eu programei o meu corpo e o meu cérebro para apagar, mas não consegui. No carnaval eu estava ciente de que não ia dormir. Enfim... Os benefícios do sono todo mundo sabe, né? Eu até já bloguei sobre isso (Ronc, ronc...). Mas hoje eu vou falar mesmo é esse vilão dos relacionamentos: o ronco. De acordo com a wikipedia, o ronco "é uma obstrução parcial das vias respiratórias superiores que acontece durante o sono". Isso acontece por vários motivos. Coisas como perda de elasticidade muscular das paredes da faringe (idade, pow!!!), produção de muco (catarro, irc!), desvio de septo nasal, rinites, sinusites, pólipos nasais, blá, blá, blá. Não esqueçamos, também, da obesidade. É, gente... gordo ronca. E muito. Mas voltemos ao tema. Ainda de acordo com a wikipedia, "o ronco geralmente é a manifestação inicial de um problema mais sério que é apneia do sono". Apneia do sono é nada mais, nada menos, do que a suspensão da respiração quando estamos dormindo. Punk, né? As pessoas podem até morrer por conta disso. Eu tinha quando era mais gordinha. Fiz um exame pré-operatório chamado polissonografia e ele acusou vários e vários intervalos respiratórios no meu sono. Tipo... a gente para à vera de respirar. Não sei precisar quanto tempo exatamente, mas foi meio assustador, pois o resultado era que eu tinha apneia grave (mais de três paradas por hora). Hoje eu ronco bem menos. Pelo menos parei de acordar assustada com os meus próprios ruídos. Quando eu bebia, então... Aff! Teve uma vez que meu primo Erik estava em férias na minha casa. Saímos pela manhã e eu tomei toooooodas as vodcas do mundo. Já em casa, à tarde, enquanto ele, que não bebe, via DVD no sofá, eu dormia e roncava alucinadamente deitada na rede. Ele, mala de nascença, gravou tudo. Vexame, né? Ainda bem que é família. Se fosse uma prospecção... ali mesmo ela tinha terminado, hahahahaha. Mas o ronco é mesmo um destruidor de relacionamentos. Eu, por exemplo, não consigo conviver com isso. Pra mim é ponto de corte, muito embora o gatinho afirme que eu ainda ronco. Eu acho que não ronco não. No máximo uma ressonada leve, pelo menos se formos comparar com o meu eu anterior. Mas enfim... eu acho que o primeiro passo para não roncar é dormir bem. E para dormir bem há algumas coisas que podemos fazer. Achei um site que tem conselhos para dormir melhor. A lista meio assim... mais ou menos. Por isso, na sequência, darei os meus próprios conselhos. É isso. Good night, sleep well. Sem roncos, por favor. =)

Conselhos para dormir melhor (by Cérebro e Mente)

  • À noite, procure comer somente alimentos de fácil digestão e não exagerar nas quantidades
  • Evite tomar café, chás com cafeína (como chá-preto e chá-mate) e refrigerantes derivados da cola, pois todos são estimulantes
  • Evite dormir com a TV ligada, uma vez que isso impede que você chegue à fase de sono profundo.
  • Apague todas as luzes, inclusive a do abajur, do corredor e do banheiro
  • Vede bem as janelas para não ser acordado(a) pela luz da manhã
  • Não leve livros estimulantes nem trabalho para a cama
  • Procure usar colchões confortáveis e silenciosos
  • Tire da cabeceira o telefone celular e relógios
  • Tome um banho quente, de preferência na banheira, para ajudar a relaxar, antes de ir dormir
  • Procure seguir uma rotina à hora de dormir, isso ajuda a induzir o sono

Conselhos para dormir melhor (by Kiki Marinho)
  • dê uns bons pegas no seu namorado
  • tome um banho beeeeeem quente, de preferência de banheira
  • uma sopinha cremosa é massa também
  • repita os pegas no namorado
  • ajuste a temperatura do ar condicionado para 18º
  • aconchegue-se junto ao gatinho sob o edredom
  • faça uma oração de agradecimento a Deus pelo dia
  • feche os olhos e boa noite! =)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?