sexta-feira, 11 de março de 2011

Acabou o carnaval. Feliz ano novo!!!

happy new year!!!
E eu que estava ansiosa para que o carnaval acabasse. Pronto, acabou. E eis que estou aqui, de volta à minha rotina diária de dividir os meus horários entre os empregos 1, 2 e 3, fazer feira, pagar contas, abastecer o carro, et cetera. Por falar em carro e pagamento, é obvio que esqueci de pagar o IPVA. Mas também... vencimento de conta no dia 3 de março? Às vésperas do carnaval?? Ninguém merece! E tem as outras coisas, né? Quando voltei pra casa, na quarta-feira de cinzas, por exemplo, tinha uma pilha de roupas pra lavar, outra pilha pra guardar. Sapatos para limpar, botar no sol e guardar. Percebi que estava sem shampoo e condicionador, Renato sem hipoglós, sem leite, sem potinhos da Nestlè. Tenho algumas sapatilhas pra mandar colar (não resistiram ao carnaval), bermudas e calças pra apertar. Preciso visitar a manicure e a podóloga. É muita coisa. E mais: preciso escolher a escola que Renato vai estudar. Já estamos no meio do mês de março, já passou da hora, na verdade. Hoje liguei para o colégio que era a minha segunda opção. Até razoável o preço: R$ 465,00 (a primeira opção custa R$ 750,00). Mas quando a coordenadora disse que eu teria que comprar livros para o bebê... brochei. Pow!!! Livros??? Meu filho tem dois anos, ora bolas! Ele não lê!!! Ele rasga tudo que pega. Pagar R$ 287,00 em um livro pra ele rasgar? Pensei que material didático para o Infantil I fosse massa de modelar e tinta guache. Me equivoquei. Vou ter que pensar, agora, num plano C. Mas é lógico que voltar à rotina tem o lado positivo também. Vou poder dormir e acordar com Renato, vou voltar a acompanhar as minhas séries preferidas (Law & Order, Law & Order SVU e House), vou conseguir manter atividades mais normais com o gatinho, como ir ao cinema, por exemplo. Nada de correria de um show pra outro, nada de pé de palco, nada de camarim. Vida normal de casal (normal sim, tediosa nunca!). Mas certo mesmo está o meu amigo Negão, que hoje pela manhã me desejou nada mais, nada menos do que "feliz ano novo". É. Ele está corretíssimo. O ano começou agora, com o final do carnaval. Então é isso. Feliz ano novo para todos nós!

2 comentários:

O que você tem a dizer sobre isso?