quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Mulher macho? Não. Mulher machista, sim senhor.

Maria Bonita
Tenho um amigo que nunca me deixa pagar ou dividir as contas com ele. Ontem mesmo, lá na minha segunda casa, onde eu estava com a Ingratinha, ele chegou depois que já tínhamos derrubado um filé de costela de bode e algumas caipis. Tomou três doses e pagou a conta toda, inclusive o manobrista. Afirmou categoricamente que em mesa que ele senta mulher não paga nada. Eu andava meio desabituada com esse tipo de comportamento masculino, logo eu que sempre me orgulhei de ser independente, segura, blá blá blá. Mas vou confessar: sou machista sim. Gosto de homem que paga a conta, que protege, que abre a latinha de coca cola pra preservar minha unha, que troca o pneu do carro e que mata baratas. Gosto, também, dos cavalheiros. É muito legal um cara que abre a porta do carro pra gente. Que orienta o garçom a nos servir primeiro e que não começa a comer antes de você começar. Mas, em certas coisas, eu estou mais pra macho. Calma, calma. Estou apenas dizendo que tem coisas que são características de pessoas do sexo feminino que eu não apenas não faço como não tenho paciência com quem faz.  Exemplo: DR. Discussão de relação é um negocinho que me incomoda tremendamente. Eu não tolero fazer isso e acho um saco quem faz. Claro que alguns homens - pasmem - adoram fazer, mas é mais típico nas mulheres. Entendo que as DSs (discussões de situação) são necessárias. Mas colocar em cheque o relacionamento ou encher o saco do parceiro só porque ele deixou pela milésima vez a toalha molhada sobre a cama, ou até mesmo por uma situação mais grave, como o desinteresse sexual, é pra matar! Conversas são fundamentais. Rosários intermináveis de lamúrias não. Primeiro que eu nem falo nada quando estou com raiva (exceção = TPM), seja com namorado, amigo, chefe, ou qualquer coisa que o valha. Só falo depois que a poeira assenta. Me sinto, às vezes, como Leandro e Leonardo: "é que nossas diferenças se acabam no quarto em cima da cama". Não é pensamento de homem? Pois é. Que seja! Acho mesmo é que isso é pensamento de quem não quer perder tempo brigando e remoendo passado. Tipo eu, por exemplo. A vida é tão curta, gente. Desperdiça-la com discussões e rancores é o erro. Vivamos, pois, todos felizes e contentes, sem discutir relações. Assim tudo vai ser bem melhor, eu agarantcho

5 comentários:

  1. Agora está chegando no ponto H. Tem grande futuro por esse caminho.

    ResponderExcluir
  2. auhauha
    ADOREIIII!!!
    Eu acho que sou meio homem tb!!!
    auhauah
    Odeio DR!!
    Se começar a ter muita DR é hora de trocar... de homem!!! auhuaha
    Bejuxx

    ResponderExcluir
  3. Ponto H é aquele que fica depois do ponto G. Dãããã

    ResponderExcluir
  4. Nossa, me identifiquei totalmente! Ficou feliz em saber que nao sou a unica do mundo! Muito bom o texto, PARABENS.

    ResponderExcluir

O que você tem a dizer sobre isso?