domingo, 9 de janeiro de 2011

O aniversário de 2 anos de Renato, parte 1

é muita felicidade, não é mesmo?
Faltam apenas 20 dias para o aniversário de dois anos do meu pequeno Renato. E eu ainda não organizei nada. N-A-D-A. Até a semana passada o tema ia ser Garfield, única e exclusivamente porque eu gosto do gatinho e adoro a cor laranja. Mas meu bebê adora os tais Patati & Patata. Sucumbi à preferência do pequeno e mudei o tema para os dois palhaços. Confirmei com um amigo o empréstimo na brodagem de um salão de festas mó legal que tem perto da minha casa e fui para a internet procurar coisas para a festinha. Fiquei impressionada com a quantidade de produtos Patati & Patata que existem no mercado. Do Garfield eu já tinha procurado e, por conta da ausência de produtos, eu teria que fazer tuuuuuuuudo no computador e mandar imprimir, igualzinho ao ano passado, cujo tema da festa foi Menino Maluquinho. Fiz todas as coisas do aniversário de 2010 (bandejas, painel, cartões de agradecimento, toalhas, capinhas de pirulito) personalizadas. Juntei um time de ajudantes no dia e montamos tudo. Ficou lindo. Mas deu um trabalhão, principalmente antes. Fui, com meu primo Erik a tiracolo, ao vuco-vuco umas 10 vezes. Mãe de primeira viagem é assim mesmo. Dessa vez já estou sabida. Vou listar tudo que quero e seguir para a Miami recifense para passar um dia inteiro, mas só voltarei de lá com todas as coisas compradas. Vamos à lista de compras:
  • Duas mil bolas (azul, vermelho, verde e branco)
  • 16 pedaços de TNT (azul, vermelho, verde) para forrar as mesas
  • Vela
  • 120 copos descartáveis
  • 100 pratos descartáveis
  • 100 garfos descartáveis
  • 200 Guardanapos
  • Palitos de dente
  • 100 saquinhos para cachorro-quente
  • 100 copinhos para brigadeiro de colher
  • Painel
  • 30 caixinhas
Hummmmm... acho que é só. Vou começar a organizar tudo já amanhã, quando mandarei rodar os convites e ligarei para Dona Ceça, que faz os melhores salgadinhos do mundo, e para o cara que aluga o pula-pula - que eu, com certeza, usarei mais do que qualquer criança. Um detalhe é que na festa do ano passado eu estava vestindo manequim 56. Erik, meu primo, estava comigo quando fui comprar a roupa que ia usar. Ontem vesti pra ele a roupa e, juntos, rimos muito. A roupa está imensa! Claro, né? E à noite, quando saímos para um barzinho, ele, que é incapaz de elogiar, disse assim: “você está muito bem”. Vindo de Erik foi, realmente, um power-elogio, hahahahaha... Bom, é isso. Aguardem os próximos capítulos da saga da festa de aniversário de dois anos do meu filhote. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?