terça-feira, 30 de novembro de 2010

As mágicas da vida

mágicas acontecem sim, acreditem
Vocês já assistiram Harry Potter? Não estou falando da primeira parte das Relíquias da Morte, o filme que está em cartaz atualmente nos cinemas. Estou falando da Pedra Filosofal, o primeiro filme da saga. Tem uma cena na qual Harry está na loja de Olivaras, no Beco Diagonal, escolhendo a sua primeira varinha. Ele testa algumas e quando pega a que está destinada a ele alguma coisa acontece, como um reconhecimento mútuo, uma química, uma magia entre eles. Semana passada me senti assim. Claro que eu não estava escolhendo nenhuma varinha de condão, mas que teve mágica... ah, isso teve sim. Foi quando eu conheci um certo rapaz... Sabe aquelas coisas que acontecem porque têm que acontecer? Eu não deveria estar naquele lugar naquele momento. Mas estava. E quando bati os olhos nele a sensação foi mais ou menos essa de Harry e a varinha. Sério mesmo. Pieguices à parte, senti uma coisa que, sem dúvida, era pura magia. E o melhor? Reciprocidade total. Estou boba, sabe? Eu não sabia que coisas assim aconteciam de verdade, pensei que era coisa de filme americano água com adoçante que passa na sessão da tarde. Se vai dar em alguma coisa? Não sei. E na boa? Pela primeira vez na vida isso não está me preocupando. Afinal, se ele é mesmo a tampa do meu caldeirão, na sequência as coisas vão se encaixar. E não é assim nos filmes? E já que a cena foi de filme vou acreditar que no roteiro dessa história o meu final será muito, muito feliz. 

6 comentários:

  1. É só resta esperar,mas esse climinha é tão bom né?!
    desejo que tudo de certo, de verdade e que todos sejam felizes para sempre.

    ResponderExcluir
  2. Eu e seus fiéís seguidores esperamos, ávidos, os próximos capítulos. Falando sério agora, Ki... pergunta assim "despreocupadamente" ao rapaz se ele se incomoda que você relate aqui os lances desse encontro mágico e que, por isso mesmo, tem mais é que avançar. Tenho um pé atrás com essa exposição do mundo virtual porque é muito fácil a gente passar da conta. É só uma dica.
    Ah, eu acredito em magia, sim.

    ResponderExcluir
  3. Acredito sinceramente em tudo isso, e digo ainda mais: aproveite essa chance e viva com ela um dia de cada vez.

    ResponderExcluir
  4. Poxa, anônimo Ed... não dá nem pra sacar quem é o carinha... num é? eu até comentei com ele que ia blogar sobre isso, inclusive narrei pra ele a metáfora de HP. ele, que não viu um filme sequer de HP, ficou boiando loucamente. mas tudo bem, agradeço sua preocupação. vou preservar ao máximo esse meu momento mágico. bj!!!

    ResponderExcluir
  5. A discrição é uma qualidade admirável...

    ResponderExcluir
  6. e num é?
    hahahahhahahahaha
    mas tu sabe que essa tal de discrição não é exatamente o meu forte, né?

    ResponderExcluir

O que você tem a dizer sobre isso?