sexta-feira, 25 de junho de 2010

Cardápio de São João


Nada de milho, nada de pamonha, nada de canjica. O almoço do dia 24 na minha casa foi feito por mim e, no cardápio, feijoada. Mas veja... reduzi há menos de três meses e tenho em casa hipertensos e diabéticos... a feijoada tinha que ser light, né? Juntei as dicas de uma conhecida carioca, que me ensinou que feijoada pode sim ser feita na panela de pressão, contrariando a idéia que eu tinha de um caldeirão passando a noite inteira no fogo, e do meu primo Vando, que me disse que o músculo pode ser um excelente substituto para as carnes de porco. Dei umas marteladas por conta própria e a minha família adorou. A feijoada saiu assim:

Feijoada light
Ingredientes:
- meio quilo de feijão preto
- meio quilo de músculo cortado em pedaços de mais ou menos dois dedos,
- 1 lingüiça defumada em rodelas (recomendo Perdigão ou Sadia, nessa ordem)
- 50g de charque magra cortada bem pequenininha
- 1 cebola, 1 cabeça de alho, cheiro verde
- pimenta, cominho e folhas de louro
- sal
Modo de fazer
Deixe o feijão de molho de um dia pra o outro com as folhas de louro. A água do recipiente deve passar uns dois dedos da altura do feijão. No dia seguinte comece cedo o preparo (assim na hora do almoço o gosto vai estar apurado e o caldo mais grosso). Em uma panela de pressão junte o feijão, o músculo, a lingüiça, a charque e bote para cozinhar. No liquidificador coloque o cheiro verde, a cebola e o alho, complete com água até dar a altura e triture rapidamente (na função pulsar). Junte ao que está na panela. Acrescente pimenta e cominho a gosto e feche a panela de pressão. Deixe cozinhar por 40 minutos. Abra a panela e verifique se o músculo já está molinho. Aproveite e prove o sal. Deixe a panela semi-tampada até a hora de servir, para apurar o gosto. Bom apetite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você tem a dizer sobre isso?